Ads Top

Madrugada dos Mortos: Como o remake de Zack Snyder inspirou a enorme franquia de zumbis da Coreia

Diretor da franquia de sucesso sul-coreana, disse que foi originalmente inspirado pelo filme de Snyder, em 2004.

Com as produções sul-coreanas em alta no ocidente, cada dia mais somos apresentados à novas sensações do momento. é o caso de Round 6 (Squid Game) e o premiado filme Parasita. A Coreia do Sul, também, é muito conhecida por suas séries e filmes sobre zumbis e o diretor Yeon Sang-ho assumiu que a grande franquia de sucesso Invasão Zumbi (Train to Busan) e Invasão Zumbi 2: Península (Peninsula), foram inspiradas em Madrugada dos Mortos, de Zack Snyder.

Franquia coreana de zumbis de Yeon Sang-ho


O gênero zumbi deve sua existência à Noite dos Mortos-Vivos, de George Romero, mas o conceito de cadáveres reanimados, comedores de carne, nunca parou. Ao longo da segunda metade do século XX, algumas adaptações ao gênero foram adicionadas e, quando o remake Madrugada dos Mortos, dirigido por Zack Snyder, foi lançado em 2004, os zumbis já estavam correndo e possuíam monstruosidades incontroláveis.

E foi o filme de Snyder, não o original de 1978, que o cineasta Yeon Sang-ho lembrou como seu primeiro encontro com os mortos-vivos.

Foi quando comecei meu interesse por zumbis. É o filme de zumbi mais memorável e intenso que já vi.

 

Diretor sul-coreanoYeon Sang-ho

Essa fala, vindo do diretor da gigantesca franquia de zumbis da Coreia, Invasão Zumbi (2016) e Invasão Zumbi 2: Península (2020), significa algo. Yeon também dirigiu uma prequel animada, Seoul Station, lançada poucas semanas depois de Invasão Zumbi.

O primeiro longa metragem do ex-diretor de videoclipes Zack Snyder, inspirou Yeon a fazer seu próprio filme de Zumbi e valeu a pena. Invasão Zumbi arrecadou US$ 100 milhões, com um orçamento de US$ 8,5 milhões. O filme-sequência expande mais o enredo, mas mantém a influência que Madrugada dos Mortos teve no anterior, ficando ainda mais evidente.

Madrugada dos Mortos | Direção Zack Snyder | Reprodução Universal Studios


Tal como acontece em Madrugada dos Mortos, de Snyder, o filme de Yeon deriva muito de seu apelo da desconexão visual de um vasto cenário urbano, tornado estranho por circunstâncias aterrorizantes. Tanto Invasão Zumbi 2: Península, quanto Madrugada dos Mortos, carecem de sutileza: o medo tem tudo a ver com superfícies. No entanto, essas superfícies são as que estão passando pelas mudanças mais radicais e perturbadoras em meio à forças que desestabilizam a sociedade como a conhecemos.

Yeon ainda não descobriu se acrescentará um novo capítulo à sua franquia de filmes, mas tem algumas ideias de como continuar construindo seu mundo, incluindo a ideia inquietante de que uma lua nova poderia unir hordas de exércitos de zumbis. (Isso foi um convite para um possível crossover de universos zumbis? Porque seria interessante!)


Eles formariam uma linha e seguiriam lentamente a lua para formar uma espécie de colônia. Dos Estados Unidos à Rússia, olhando para as bases lunares, é fácil imaginar como essa metáfora pode se somar às atuais incorporadas à série como está.

E para quem ainda insiste que o Zack Snyder não lança tendência e não é inspirador, aqui vai a resposta, direto do diretor da maior franquia de zumbis da Coreia do Sul.

Fonte: IndieWire.

Andre Guilherme

É Andre, sem acento mesmo. Um viajante do Multiverso com Q.I elevado para Legos.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.