Ads Top

O próximo projeto de Zack Snyder será Rebel Moon, uma história épica de ficção científica


Depois de passar por apocalipses zumbis, Grécia antiga, pesadelos e metrópole, Zack Snyder está em direção a galáxias distantes.

Snyder definiu seu próximo projeto, uma fantasia épica de ficção científica intitulada Rebel Moon, que ele está co-escrevendo, dirigirá e produzirá para a Netflix, a casa de seu sucesso mais recente, Army of the Dead. O projeto reunirá o cineasta com muitos colegas criativos de seus empreendimentos anteriores.

Snyder está co-escrevendo o roteiro com os co-roteiristas de Army of the Dead, Shay Hatten, e Kurt Johnstad, que co-escreveu 300. Snyder e Johnstad receberão os créditos pela história.

A produção contará com sua esposa e parceira, Deborah Snyder através da Stone Quarry, juntamente com o diretor de longa data, Wesley Coller. A Grand Electric estará na produção, trazendo Sarah Boewn como produtora executiva, e Eric Newman, que produziu o filme de estreia de Snyder, Madrugada dos Mortos (2004).

Rebel Moon também coloca Snyder de volta aos negócios com Scott Stuber, da Netflix, que supervisionou Madrugada dos Mortos, em seu então papel de vice-presidente da Universal, e foi fundamental para trazer o Army of the Dead.

A história começa quando uma colônia pacífica, na orla da galáxia, é ameaçada pelos exércitos de um regente tirano chamado Balisarius. Pessoas desesperadas despacham uma jovem ,com um passado misterioso, para procurar guerreiros de planetas vizinhos para ajudá-los a tomar uma posição.

Este sou eu, crescendo como um fã de Akira Kurosawa e de Star Wars. É o meu amor pela ficção científica e uma aventura gigante. Minha esperança é que isso também se torne uma propriedade original enorme e um universo que possa ser construído". Disse Snyder ao THR.

Rebel encontra sua origem de um roteiro que o cineasta desenvolveu para Star Wars, há uma década. Foi uma visão mais madura do universo criado por George Lucas e não foi adiante depois que a Walt Disney Company adquiriu a LucasFilm, em 2012.

Em um ponto, ele e Newman até mesmo seguiram o caminho de torná-la uma série. Mas foi como uma característica que ele sentiu que seu verdadeiro potencial residia. Ele retomou a ideia com Johnstad e focou ao mesmo tempo que começou a fazer Army of the Dead, trazendo Hatten como co-escritor do filme. Shay Hatten, aos 27 anos, silenciosamente se tornou um escritor de franquia requisitado, aprofundando o mundo de John Wick para a Lionsgate ao trabalhar nos capítulos 3, 4 e 5 do filme.

Passei os últimos dois ou três anos construindo este universo. Cada canto tem que ser pintado. Tenho feito projetos, constantemente desenhando e realmente cultivando seu solo fértil para tornar este mundo totalmente realizado.

O Exército foi visto por 72 milhões de pessoas nas primeiras quatro semanas, de acordo com a Netflix, ficando entre os dez filmes mais assistidos do streamer. Mesmo antes de seu lançamento, em 14 de maio, Snyder e a Stone Quarry já tinham um filme prequel, em alemão, e uma série de anime em produção, tornando Army of the Dead não apenas uma propriedade original, mas uma franquia.

Rebel será outra propriedade original e uma franquia esperada pela Netflix, que está construindo seu arsenal na era das guerras de streaming.

O longa será o próximo filme de Snyder e a esperança é começar a produção no início de 2022.

Venho trabalhando nisso há muito tempo, está muito adiantado.
Tudo isso se desenrola enquanto Snyder tem um dos maiores anos de sua carreira cinematográfica. Além de Army of the Dead e do novo projeto, ele também teve sua visão da Liga Justiça restaurada, fazendo uma estreia espetacular na HBO Max. Além do lançamento do filme em Blu-ray, que foi ao topo das paradas de vendas em diversos países, entre eles França e Brasil.

Definitivamente, 2021 é o ano de Zack Snyder.

Via: The Hollywood Reporter

Andre Guilherme

É Andre, sem acento mesmo. Um viajante do Multiverso com Q.I elevado para Legos.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.