Ads Top

Liga da Justiça: Zack Snyder abordou o escritor de Chernobyl para as refilmagens de 2017

 

O criador de Chernobyl, Craig Mazin, foi procurado por Zack Snyder, em 2017, para ajudar nas refilmagens de Liga da Justiça, pouco antes de sua saída.

 
Craig Mazin, o escritor e criador da aclamada série da HBO, Chernobyl, revelou que Zack Snyder pediu para ajudá-lo nas refilmagens de Liga da Justiça, em 2017. Mazin também é conhecido por sua escrita cômica, incluindo Todo Mundo em Pânico 3 e 4. Agora, Mazin está avançando na redação e produção de adaptações de videogames populares.

Como todos sabem, Snyder deixou Liga da Justiça, em 2017, devido a tragédia familiar. O filme foi concluído de forma infame por Joss Whedon, que drasticamente mudou a visão de Snyder, criando um filme totalmente diferente e mal recebido pela crítica e público. Assim que o filme estreou, os fãs sabiam que aquele corte estava longe do que Snyder havia planejado, surgindo assim o movimento #ReleaseTheSnyderCut que deu luz a versão de quatro horas de Liga da Justiça de Zack Snyder, lançada neste ano pela HBO Max, rendendo sucesso financeiro e aclamação de crítica.

No podcast Scriptnotes, apresentado por Mazin, ele revelou que Snyder além de ter lhe abordado, abordou alguns outros escritores para ajudar nas refilmagens de Liga da Justiça, em 2017. Mazin disse que os escritores foram contratados para refinar algumas coisas ao longo de uma semana de escrita, pouco antes de Snyder deixar o filme. Mazin afirma que sempre gostou da versão original de Snyder (apesar de não ser um grande fã de filmes de super-heróis), que na época, tinha em média de três horas.


Eu vi o corte de Zack Snyder quando ele estava trabalhando nele. Porque eles estavam falando sobre talvez fazer uma semana ou refilmar ou algo assim. Então, ele convidou dois ou três - acho que éramos três ou quatro, escritores, para assistir o filme no estado em que estava e apenas ter uma conversa sobre algumas coisas que eles poderiam fazer para ajustar ao longo de uma semana escrevendo. E eu, você me conhece, não sou um grande cara dos filmes de super-heróis, mas gostei muito. Eu gostei. Eu pensei que era realmente bom. Achei que havia algumas coisas, como OK, aqui estão algumas sugestões e outras coisas. E então Zack deixou o projeto. E foi isso. Literalmente, acho que ele foi embora na semana seguinte. E eu nunca vi a versão de Joss Whedon.

Mazin prevê que a aceitação esmagadora do filme de quatro horas de Snyder, levará a uma maior demanda por filmes extravagantes feitos exclusivamente para streaming. Isso certamente poderia mudar os papéis de roteiristas e diretores na indústria cinematográfica, levando a filmes potencialmente mais antológicos como A Viagem, ou mais filmes de autor como O Irlandês, sem a pressão de números de bilheteria que nunca poderiam competir com os filmes do MCU ou DCEU. Essa mudança pode levar a mais fluidez entre os diretores e a colaboração com outros, semelhante a trazer escritores externos para refilmagens e edições de ajuste fino, como no caso de Mazin e Snyder.  

Fonte: Scriptnotes via ScreenRant.

 

Andre Guilherme

É Andre, sem acento mesmo. Um viajante do Multiverso com Q.I elevado para Legos.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.