Ads Top

A arte de Batman e Mulher-Gato, de Zack Snyder, desapareceu do Twitter após a reivindicação de direitos autorais

Na semana passada, uma das histórias que dominou as manchetes por dias, foi sobre os produtores da série animada Harley Quinn que tiverem que remover uma cena de sexo oral entre Batman e Mulher-Gato. O showrunner da série, Justin Halpern, revelou que esse pedido foi justificado como: "heróis não fazem isso", logo que ele não poderia fazer isso.

O assunto caiu a gosto de opinião pública. Personalidades, que já tiverem ligação com o universo Batman, comentaram sobre a situação. O ator Val Kilmer, que interpretou o Homem Morcego, em Batman Eternamente, usou sua rede para comentar sobre a privação da vida sexual do personagem.

O ator escreveu: "Ele faz ou não faz?". O gif, removido do filme de 1995 respondia: "Podemos tentar. Eu levo o vinho".


Além dele, diversas outras personalidades comentaram a favor de manterem a cena, já que se trata de uma série para o público adulto, era uma decisão contraditória, ainda mais analisando o que já foi visto nas temporadas anteriores.

Ao meio disse, Zack Snyder também se manifestou, ao publicar em suas redes uma imagem de Batman e Mulher-Gato, com a legenda "Canône". O problema é que sua imagem, que não era inteiramente explícita, já que se tratava de Batman entre as pernas da Mulher-Gato, desapareceu dias depois de sua conta do Twitter.


O tweet ainda está disponível, mas a própria imagem desapareceu com um aviso de "Mídia não exibida", e logo abaixo "Esta imagem foi removida em resposta a uma denúncia do detentor dos direitos autorais". Naturalmente, a arte pode ser encontrada em outros lugares online, incluindo na conta do VERO de Zack Snyder, porém no Twitter a mesma foi removida.

O que torna essa remoção da plataforma do Twitter bizarra é que as pesquisas de imagens reversas na arte de Snyder, no momento de sua postagem, não deram resultados. Talvez, sugerindo que era algo que ele mesmo havia criado ou havia encomendado. Esta não seria a primeira vez que uma empresa iria atrás de fanart online.

Alguns podem argumentar que a Warner Bros/DC Comics tem o direito de remover artes que usam suas marcas registradas sem seu consentimento, mas o fato de ser uma peça originada de um cineasta que já tem uma história conturbada com a empresa adiciona outro nível de diversão/confusão a tudo isso.

Snyder respondeu à remoção da imagem, em uma postagem no VERO. Com uma captura de tela da mensagem "Mídia não exibida", o diretor colocou a legenda "Se eu avançar", a primeira parte de uma frase que ficou famosa por Henri de la Rochejaquelein na Revolução Francesa. A frase inteira diz: "Amigos, se eu avançar, sigam-me! Se eu recuar, mate-me! Se eu morrer, me vingue!".

Embora a DC Comics, aparentemente não tenha achado graça, os fãs de Snyder e a internet claramente acharam.

Fonte: ComicBook

 

Andre Guilherme

É Andre, sem acento mesmo. Um viajante do Multiverso com Q.I elevado para Legos.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.