Ads Top

Zack Snyder teve medo da Warner Bros.


Zack Snyder, em entrevista recente ao The Sunday Times, disse que estava com medo do que a Warner Bros. poderia fazer se ele apoiasse publicamente o movimento #ReleaseTheSnyderCut.

Eu estava mais preocupado que o estúdio me processasse. Fizesse algo para me silenciar.

Disse Snyder sobre sua decisão de dar suporte aos fãs do movimento. O diretor defendeu a comunidade de fãs, reconhecendo a existência de pessoas tóxicas, mas focou-se nos feitos positivos, principalmente em seu ativismo.
 
Esse fandom arrecadou U$ 750.000 para a prevenção do suicídio e conscientização sobre saúde mental. Eles salvaram vidas. Isso é um fato.


Liga da Justiça, até o momento, é o último filme que Snyder fez para WB. Ingressando para a Netflix, Zack projeta uma nova franquia, agora sobre zumbis, com total controle criativo. O diretor também disse que não foi feito para dirigir filmes onde o estúdio faz contribuições.
 
Fica difícil quando você pega um diretor com um ponto de vista pessoal e pede que ele participe de algo que não é o que está pedindo. (...) O cineasta jornaleiro? Existem muitos deles, e eles são bons. Acontece que tenho um ponto de vista específico. A lição que aprendi é que é muito mais fácil para mim, como cineasta, criar um mundo e convidar você para ele. Ao contrário de eu dizer: 'Deixe-me colocar minha engrenagem em sua roda'. Tipo, eu adoraria fazer um filme do Star Wars, sei muito sobre ele - mas não acho que sobreviveria a isso.

 

Ao que parece, Zack está dando preferência a projetos originais, no momento.

Andre Guilherme

É Andre, sem acento mesmo. Um viajante do Multiverso com Q.I elevado para Legos.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.