Ads Top

Últimos acontecimentos do movimento #RestoreTheSnyderVerse

 

Segundo o Samba TV, a "Liga da Justiça de Zack Snyder" não é mais o Top 3 de filmes mais assistido da HBO Max. O posto ficou com as produções: Mulher-Maravilha 1984, Godzilla vs Kong e Mortal Kombat. A Warner optou por lançar os filmes, simultaneamente, nos cinemas e no streaming, devido a pandemia.


A informação não é vista de modo negativo, pois vale lembrar que o marketing de Snyder Cut foi feito praticamente pelos fãs, que se empenharam em debates e orientações, nas redes sociais, para mostrar que se tratava de um novo filme, com uma narrativa totalmente diferente, e não apenas uma versão do diretor contendo cenas extras.

Com um marketing abaixo do esperado (para uma produção que internamente diziam que seria um impulsor de assinaturas do streaming) e um plano de distribuição mundial descompromissado (que teve reversão do status por pressão dos fãs), a Liga da Justiça ainda assim se saiu muito bem para um longa que possui quatro horas de duração, e que foi divulgado pela fanbase.

Houve demora nas divulgações oficiais do filme, ficando a cargo do diretor e de uma equipe de fãs, começarem o "esquenta". É óbvio, que o apoio chegou nos minutos finais com a conta oficial do longa e páginas da HBO Max, o mínimo esperado, já que a produção estava saindo com o título de "Original Max" (é bom ressaltar que as redes oficiais da Warner Bros não fizeram nenhuma divulgação sobre o Snyder Cut. Até mesmo no Brasil, o filme foi divulgado apenas na rede adjacente, Warner Play, ficando de fora da rede primária). Quando tudo parecia se alinhar para a grande estreia, o filme teve o inacreditável vazamento dentro do PRÓPRIA plataforma, faltando 10 dias para o lançamento. Um vazamento que não foi explicado e que arranca risadas, por parte dos fãs, pelo amadorismo (ou tentativa de sabotagem) da situação.

Mesmo com tudo isso, no dia de seu lançamento, o filme conseguiu recordes de aluguéis em diversas plataformas do mundo, gerando congestionamentos e quedas de servidores, por tamanha procura. O próprio servidor da HBO Max teve alta demanda de acesso no dia da estreia de "Liga da Justiça de Zack Snyder", chegando a cair diversas vezes. O diretor Zack Snyder agradeceu o feito em suas redes. (O fato não ocorreu, curiosamente, com nenhum outro lançamento da Warner).


Com base nos números não-oficiais (já que parece haver um impasse para divulgar a audiência real que o filme atingiu), chega ser desleal comparar um filme que foi vandalizado, em 2017, segundo o próprio roteirista Chris Terrio (fato que o estúdio possui forte resistência em reconhecer), à produções inéditas das quais a Warner Bros aposta e divulga como se fossem as únicas "filhas da casa".


Mesmo com a ótima recepção da crítica sobre o filme, alguns blogueiros/insiders/youtubers parecem estar sempre dispostos a falar mal da visão de Snyder para a Liga da Justiça. Tudo indica que sempre darão um jeito de tentar reduzir o impacto cultural que "Zack Snyder's Justice League" (e todo seu movimento) teve na indústria cinematográfica.

O filme foi aclamado e teve o devido reconhecimento até dos mais céticos, arrancando inúmeros elogios de sites que detonaram, na época, a "Liga da Josstiça" (Joss Whedon). A visão de Snyder chegou a ser chamada de "obra-prima épica", mas mesmo com todos esses pontos favoráveis, é comum vermos notícias e artigos debochados, como se Snyder Cut competisse com os demais colegas de estúdio. Curiosamente, os responsáveis dessas publicações, são os mesmos que buscavam no passado, as pontuações negativas da crítica para endossar seus argumentos. Hoje, com a situação diferente, apelam para qualquer coisa que reforce sua visão pessoal, e dão de aos elogios da crítica. Afinal, para eles, isso é uma situação mutável, o que importa é tentar diminuir a produção de Snyder em toda e qualquer disputam que eles acham ser cabível. E se para isso terão que mudar de critério de qualidade a cada semana, farão. (Tudo pelo hate).

Não estou insinuando nada, mas parece que agora o site "queridinho" deixou de ser parâmetro.
O importante é ~aniquilar~ o Snyder Cut, não importa a qualidade.


Na última terça-feira (28), os fãs americanos começaram a levantar a tag #CancelHBOMax, devido a um compartilhamento feito por uma das contas oficiais do streaming. A conta do Twitter Inside HBO Max, deu RT em um tweet que ironizava o fato do filme estar fora do Top 3 dos mais assistidos na plataforma. O autor da postagem é publicamente conhecido por falar mal do filme e dos fãs, de forma pejorativa.

REPRODUÇÃO TWITTER

O RT foi desfeito pela conta rapidamente, ficando apenas as mentions fervorosas de reclamação do fandom sobre a falta de respeito da plataforma com uma produção que carrega o título de "Original Max". Uns acreditam que o RT pode ter sido feito precipitadamente, antes do social media ter lido completamente o tweet, outros nem tanto. Mas o fato de não haver uma atenção com os fãs da "Liga da Justiça de Zack Snyder", acaba frustrando uma comunidade que divulgou em peso a plataforma.

Sabemos o quanto é cansativo e até humilhante esse tipo de tratamento, onde táticas de Gaslighting* são utilizadas com o objetivo de intitular toda uma comunidade como tóxicos e fanáticos. Uma comunidade que fez muito pela saúde mental com recordes de doações para Fundação Americana de Prevenção do Suicídio, e agora fazendo o mesmo aqui no Brasil, com a campanha similar sobre Valorização a Vida, ao lado da CVV.
*Forma de abuso psicológico na qual informações são distorcidas, seletivamente omitidas para favorecer o abusador.

Como a fanpage @dcumoviepage citou, ao assumirmos que somos "produtores associados de ZSJL", adotamos, de certa forma, a carga emocional de desenvolvimento para recebermos a épica live-action da maior equipe de heróis da cultura pop, que nos foi negada e tomada, em 2017.

Fica quem acha que ainda consegue, despede-se quem acha que não suporta mais. Mas, acima de tudo, fica o respeito e gratidão por tudo que conseguimos enquanto juntos. Não esqueçam que, mesmo com a raiva sobre alguns acontecimentos, o Snyder Cut não teria acontecido sem a HBO Max. Sejamos agradecidos por isso, mas claro, limitando aos infelizes acontecimentos, que parecem possuir um padrão, em se tratando da "Liga da Justiça de Zack Snyder".

A fanbase @SnyderCutBR continuará mantendo todo respeito e apoiando o trabalho do diretor.
 
 

Andre Guilherme

É Andre, sem acento mesmo. Um viajante do Multiverso com Q.I elevado para Legos.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.